Uma tabela de cores Pantone com uma lente por cima para olhar pigmentos.

Escolhendo as cores certas para a sua marca

Luciano Panzera

Atualizado em 24 de março de 2024

Tempo de leitura: 2 minutos

Cores

E aí, pessoal! Hoje vamos falar sobre algo tão importante quanto escolher o nome da sua marca: as cores! Já reparou como algumas marcas têm cores que grudam na nossa mente? Coca-Cola vermelha, McDonald's amarelo... é quase como se essas cores fossem um "ponto de identificação instantânea". Mas como escolher as cores certas para a sua marca?

Por que as cores são tão importantes?
Bom, antes de mergulharmos de cabeça nas paletas de cores, vamos entender por que elas são tão importantes. As cores têm um impacto direto nas emoções e percepções das pessoas. Elas podem transmitir sentimentos de confiança, calma, energia, ou até mesmo despertar o apetite! Não é à toa que muitas marcas gastam tanto tempo e energia escolhendo as cores perfeitas para representá-las.

E aí, pessoal! Hoje vamos falar sobre algo tão importante quanto escolher o nome da sua marca: as cores! Já reparou como algumas marcas têm cores que grudam na nossa mente? Coca-Cola vermelha, McDonald's amarelo... é quase como se essas cores fossem um "ponto de identificação instantânea". Mas como escolher as cores certas para a sua marca?

Por que as cores são tão importantes?
Bom, antes de mergulharmos de cabeça nas paletas de cores, vamos entender por que elas são tão importantes. As cores têm um impacto direto nas emoções e percepções das pessoas. Elas podem transmitir sentimentos de confiança, calma, energia, ou até mesmo despertar o apetite! Não é à toa que muitas marcas gastam tanto tempo e energia escolhendo as cores perfeitas para representá-las.

E aí, pessoal! Hoje vamos falar sobre algo tão importante quanto escolher o nome da sua marca: as cores! Já reparou como algumas marcas têm cores que grudam na nossa mente? Coca-Cola vermelha, McDonald's amarelo... é quase como se essas cores fossem um "ponto de identificação instantânea". Mas como escolher as cores certas para a sua marca?

Por que as cores são tão importantes?
Bom, antes de mergulharmos de cabeça nas paletas de cores, vamos entender por que elas são tão importantes. As cores têm um impacto direto nas emoções e percepções das pessoas. Elas podem transmitir sentimentos de confiança, calma, energia, ou até mesmo despertar o apetite! Não é à toa que muitas marcas gastam tanto tempo e energia escolhendo as cores perfeitas para representá-las.

Uma lata da Coca-cola em um fundo vermelho.
Uma lata da Coca-cola em um fundo vermelho.
Uma lata da Coca-cola em um fundo vermelho.

Compreendendo a Complexidade das Cores
Antes de simplesmente eleger o vermelho ou o azul como suas cores principais, é fundamental entender que o significado das cores vai além de uma interpretação direta. O vermelho, por exemplo, é frequentemente associado à paixão, energia e urgência, mas seu impacto pode variar significativamente dependendo do tom específico e da forma como é combinado com outras cores. Da mesma forma, o azul geralmente transmite confiança, segurança e tranquilidade, mas essas percepções podem ser influenciadas por uma série de fatores, como a saturação, a luminosidade e o contexto cultural. Em suma, cada cor possui uma riqueza de significados que podem evocar uma variedade de emoções nas pessoas, e compreender essa complexidade é essencial ao selecionar as cores ideais para representar sua marca.

Como escolher as cores certas?
Agora vem a parte divertida: escolher as cores para a sua marca! A primeira coisa a considerar é o seu público-alvo. Quais são as cores que ressoam com eles? Em seguida, pense sobre a personalidade da sua marca. Ela é jovem e divertida? Ou mais séria e profissional? As cores devem refletir essa personalidade.

Compreendendo a Complexidade das Cores
Antes de simplesmente eleger o vermelho ou o azul como suas cores principais, é fundamental entender que o significado das cores vai além de uma interpretação direta. O vermelho, por exemplo, é frequentemente associado à paixão, energia e urgência, mas seu impacto pode variar significativamente dependendo do tom específico e da forma como é combinado com outras cores. Da mesma forma, o azul geralmente transmite confiança, segurança e tranquilidade, mas essas percepções podem ser influenciadas por uma série de fatores, como a saturação, a luminosidade e o contexto cultural. Em suma, cada cor possui uma riqueza de significados que podem evocar uma variedade de emoções nas pessoas, e compreender essa complexidade é essencial ao selecionar as cores ideais para representar sua marca.

Como escolher as cores certas?
Agora vem a parte divertida: escolher as cores para a sua marca! A primeira coisa a considerar é o seu público-alvo. Quais são as cores que ressoam com eles? Em seguida, pense sobre a personalidade da sua marca. Ela é jovem e divertida? Ou mais séria e profissional? As cores devem refletir essa personalidade.

Compreendendo a Complexidade das Cores
Antes de simplesmente eleger o vermelho ou o azul como suas cores principais, é fundamental entender que o significado das cores vai além de uma interpretação direta. O vermelho, por exemplo, é frequentemente associado à paixão, energia e urgência, mas seu impacto pode variar significativamente dependendo do tom específico e da forma como é combinado com outras cores. Da mesma forma, o azul geralmente transmite confiança, segurança e tranquilidade, mas essas percepções podem ser influenciadas por uma série de fatores, como a saturação, a luminosidade e o contexto cultural. Em suma, cada cor possui uma riqueza de significados que podem evocar uma variedade de emoções nas pessoas, e compreender essa complexidade é essencial ao selecionar as cores ideais para representar sua marca.

Como escolher as cores certas?
Agora vem a parte divertida: escolher as cores para a sua marca! A primeira coisa a considerar é o seu público-alvo. Quais são as cores que ressoam com eles? Em seguida, pense sobre a personalidade da sua marca. Ela é jovem e divertida? Ou mais séria e profissional? As cores devem refletir essa personalidade.

Compartilhe este artigo